Agredindo a violência – Tipo de agressão

Agressão no Oscar – Imagem Felipe machado – Isto É

 

Existem diversos tipo de agressão. Agressão verbal, agressão intelectual, agressão emocional, física. E todos são violentos.

 

E todos nós temos uma visão de mundo, uma cosmovisão diferente um do outro. Cabe a cada um respeitar o outro e isso é um fato. 

 

Mas quando se perde a essência do objetivo defendido, a emoção e o momento ‘’aqui e agora’’ tomam conta e realizam um estrago.

 

Isso que aconteceu na noite do Oscar do Chris Rock levando um tapa do Will Smith, foi apenas um exemplo de algo que acontece a todo tempo.

 

Como lidar com a agressão verbal e com a agressão emocional e física? Você sabe como fazer isso de forma sadia?

 

Leia um pouco sobre esse seu problema!

Crianças imorais – tipo de agressão

Você já viu crianças discutirem? 

 

A forma que elas brigam é assustadora e triste. 

 

Porque elas refletem grandes grupos sociais, religiosos e grupos políticos, na hora de defenderem os seus pressupostos. 

 

Uma criança dizia que o Hulk, da Marvel, que o ele era azul e a outra que ele era verde.

 

Com opinião forte e cheia de argumentos sobre aquilo.

 

E conversa vai e vem e a criança se recusava a aceitar que o Hulk era verde. 

 

A outra  perde a razão e bate na outra e fala é verde sim, eu sei que é’’.

 

Mesmo que a criança esteja certa, e a outra que diz ser o Hulk azul errada.

 

É sábio respeitar o direito da escolha  do ignorante. 

 

Isso não nos priva de falar e querer esclarecer algo a alguém. 

 

E muito pelo contrário, isso nos ajuda a fazer  essa cachoeira de conhecimento, pois muitas pessoas querem ficar no breu. Na ignorância.

 

Mesmo você explicando, com exemplos a igualdade social da mulher, do negro. E  o camarada se recusa a aceitar e continua com suas práticas erradas.

 

Não cabe a você ser o JUSTICEIRO. Temos um contrato social. Cabe a justiça julgar.

 

Essa onda de querer agredir como se nós fossemos a justiça, e contra toda essência daquilo que acreditamos.

 

Agressão verbal, agressão emocional ou qualquer tipo de agressão é ruim.

Holocaustos – Decisões baseadas na emoção

Os idealistas radicais costumam arrebatar milhares de fiéis aos seus movimentos. 

 

Todo movimento novo, tende a sugar diversas pessoas instantaneamente.

 

AGORA PRESTE A ATENÇÃO!!!

 

Pessoas que estão cansadas e inconformadas e por suas próprias faltas de posicionamento acabam indo para lados extremos de uma ideia. 

 

Um caso como esses é o da Alemanha após a  Guerra Mundial, onde se encontrava destruída e sem esperança e desacreditada na democracia. 

 

Isso te lembra um cenário familiar?

 

Então um governante com ideias aparentemente boas, os seduziu à ignorância.

 

E essa mesma Alemanha que tinha NItzer, SchopenHauer. 

 

A Alemanha da filosofia das ideias, foi a mesma Alemanha que matou milhões de pessoas. 

 

Por que? 

 

Porque decisões baseadas no medo e no ódio e com falta de pensar, querendo mudanças rápidas, são um DESASTRE. 

 

Cuidado com as decisões que você toma quando está inconformado com tudo.

 

E nas maiorias dos movimentos surge algo que é fatal. 

 

A possibilidade de estar errados parece ser nula, não duvidam das suas ideias. E  isso pode custar caro. 

 

Por isso que o próprio Deus aconselha a todos dizendo ‘’fazei provas de mim’’, duvidem de Mim. Mas lembre-se de perguntar também a Ele as respostas. 

 

Por isso que esse blog existe. Para fazer perguntas sinceras.

 

E essa falta de atitude construtiva leva a muitos erros estonteantes que são do extremismo. 

 

O que é  extremismo de fato? 

Extremismo é uma coisa; ideia ruins é outra

Extremismo de uma ideia; de maneira concisa é:

 

 “O  isolamento e precisão de um lado da verdade’’

 

Quando alguém come um mamão e fala:

 

’’Nossa! Mamão docinho e super macio” 

 

Já outra que comeu o mesmo, diz que ele é amargo e crocante.

 

Quem está com a verdade? Os dois. 

 

Ambos estão certos, mas não estão com a verdade completa.

 

Pois, um comeu a polpa do mamão e outro comeu as sementes da fruta e essas partes geram sensações diferentes ao degustador. 

 

Assim acontece o extremismo. Quando eu aprecio uma parte e rejeito outra. 

 

Não necessariamente é uma mentira e nem uma verdade, porém uma insuficiência

 

Muitos pressupostos apresentados, pelo extremismo, pela perda de objetivos, pela falta de atitude cética, acabam fazendo um estrago em suas próprias vidas. 

 

E o que o extremismo tem haver com agressão?

A perda da essência e a agressão

Movimentos que defendem os direitos humanos serão o foco de nosso trabalho. 

 

Dado que esses movimentos são de extrema importância para o nosso desenvolvimento seguro em nossa sociedade. 

 

Mas acontece que com um tempo começaram a se perder.

 

Os objetivos movimento que defendem os direitos dos negros, homossexuais, os direitos da criança e da mulher é de revogara o direitos, de serem tratados iguais perante a sociedade.

 

E sem serem tratados com desprezo, mas como um ser humano capaz e livre de exercer a tarefa que queira sendo respeitada. 

 

Ter uma vida em termos de direitos iguais aos outros. E há mais outras coisas que advogam cada movimento. 

 

O PERIGO está na perda desse objetivos, que levam as pessoas ao escândalo. 

 

Por exemplo: o negros querem ser respeitados, querem ser tratados iguais e pronto. Justo!

 

Mas que para defender dos ataques, acabam cometendo uma agressão verbal, agressão emocional ou outros tipo de agressão… 

 

E isso se torna algo muito contrário ao seu desejo real e dificulta a mudança desejada. E isso é presente em todos os movimentos.

 

Há escritores que ensinam crianças e jovens que a responsabilidade da vida de cada um deles é o governo. Quando na verdade são seus pais os responsáveis pelo cuidado e proteção. 

 

E nessa situação, pais sem amor têm ou tinham 2, 3 10 12 filhos sem terem capacidade de cuidarem e depois vem reclamar do governo. 

 

Não se trata de defender o governo, porque ele tem responsabilidade sim sobre a sociedade e a vida é óbvio e é certo que lhe falta muito o que melhorar. 

 

Porém se trata de pais que trazem ao mundo filhos para sofrer, quando na verdade eles deviam assumir a responsabilidade sobre suas vidas e resolvê-la. 

 

Pois, se a minha vida ficar sobre poder do outro, ela só irá mudar só se o outro quiser. 

 

E nesse contexto autores contam tentam com suas histórias justificar o fato de os meninos de ruas, mendigos, pobres…

 

Podem roubar por não terem condições e por serem tratados mal. 

 

Fato é que nós(assumamos a responsabilidade) poderíamos ajudar mais o nosso próximo, mas isso não justifica ele nos roubar alegando que a situação dele é culpa nossa. 

 

ISSO É AGRESSÃO CONTRA AGRESSÃO!

 

Sim! Um tipo de agressão.

 

Ensinam que para acabar com a violência é necessário ser um agressor.

 

Ao ouvir essa ideia rapidamente nós rejeitamos, mas o fato é que assim agimos diversas vezes com nossos pais, nossos parceiros, concorrentes, esposas. 

 

Atacar os outros é algo que nós fazemos com facilidade e todo dia, ao contrário do que os humanistas pensam, isso é ser humano. 

 

Ajudar, explicar, dedicar tempo para entender; pouco fazemos. Sejamos sinceros.

 

Ser humano é ser ruim. Só quando pensamos muito e com ajuda,  vemos a olho nu como nossas atitudes são assustadoras. 

 

Porque se ser humano fosse essencialmente bom, não precisaríamos de movimentos para defender algo que está sendo ruim. Pois, pessoas todos já somos, não é?

 

Mas nós queremos algo que não vem de nós, mas sim do alto. O Amor.

 

Diga não a agressão verbal, agressão emocional e qualquer tipo de agressão.

 

Onde você percebe essa onda de agredir o agressor?

 

Será um prazer ler o seu comentário!

 

RECOMENDAÇÃO DE LIVRO!

 

Deixe uma pergunta sincera...