Por que não gostamos de demonstrar fraqueza?

demonstrara fraqueza chorar

Chorar incomoda 

 

Chorar, demonstrar fraqueza é um ato surpreendente que nos evoca a lembranças, ou a imaginação.

 

Choramos por estarmos tristes, alegres, impacientes, vencendo, perdendo alguém ou piores casos sendo fraco e perdendo o controle.

Choramos por ver alguém chorar. 

 

Todo dia alguém chora. Mas por que ainda não nos acostumamos com isso? Por que não conseguimos chorar?

 

E não falo de fazer isso em público, pois mesmo quando estamos só; rejeitamos a opção de chorar.

Isso nos afeta tanto que nos incomodamos ao ver alguém chorar, seja por empatia ou por apatia mesmo ao choro.

 

Chorar é demonstrar fraqueza? Tenho que ter motivos para chorar? Assumir a realidade dos fatos é algo que os sem sucesso fazem? 

 

Continue lendo que vou te provar o contrário.

 

Pois, só quem chora é forte.

 

Qual é a definição de choro? 

 

Já ouviu falar na lágrima de crocodilo?

 

O crocodilo ao morder sua presa ele chora. Chora porque a força que ele usa para morder é tão forte que comprimem as suas bolsas de lacrimais.

 

E de fato, o choro é algo que mostra que não estamos no nosso estado comum de funcionamento. 

 

Seja por que aconteceu algo estranho, viu algo que lhe remeteu a outra coisa, palavras ou situação lhe impressionaram o coração positivamente ou de modo contrário.

 

E isso não quer dizer que ele é algo ruim, pois independente da situação, chorar é bom para assumir a real situação e o que você está sentindo diante daquele caso. 

 

Pois, não adianta nada a gente negar a realidade e achar que tudo está bem, pois não está. 

 

Nega a realidade e seus sentimentos sobre essa situação é se fadar  ao fracasso, ao loop, no ciclo infinito do mesmo problema.

 

Chorar é se expressar! 

 

Choro não é sinônimo de tristeza. É muito limitada essa explicação.

 

As pessoas choram por:

  • Por vitórias;
  • Presentes;
  • Reencontros;
  • Emocionar;
  • Identificar;
  • Lembrar; e outros.

 

Mas porque mesmo sendo um sentimento bom as pessoas, nós o julgamos ser um “bobo emocionado”?

 

O que é emoção? Emoção é fraqueza? O que é vulnerabilidade emocional?

 

Inteligência emocional não é sobre se fechar

 

No ano de 2021, umas das coisas mais pesquisadas no Brasil foi “como ser uma pessoa fria?”

 

Até hoje julgam que as pessoas ditas como fria são as que têm a melhor inteligência emocional.

 

E isso não é verdade!

 

Inteligência emocional, meu querido, está ligada ao ato de você entender suas emoções e sentimentos e saber como lidar e não como reprimi-las. 

 

Saber lidar, é saber também como reprimir quando oportuno.

 

Por exemplo, quando alguém tenta humilhar você pode querer chorar, matar a pessoa. É nesses casos que você deve ser mais racional e entender o que sente, mas não expô-las.

 

“Fulano é todo emocionado”

 

Emoção não é só TRISTEZA! 

 

  • Você se irrita atoa? Então é emocionado!
  • Você fica todo alegre com pouco? Então é emocionado!
  • Você perde o controle quando alguém discorda de você? Nem preciso dizer…

 

Pois, se você não cuida de suas questões emocionais, elas vão surgir, se não for em seu rosto, será tirando dinheiro do seu bolso. 

 

Um exemplo clássico disso são as pessoas que compram compulsivamente, tentando preencher um vazio em si e isso se associa a pessoas que comem muito também.

 

Esconder de si mesmo a verdade a respeito de suas emoções pode ser tragédia. Então crie o hábito de conversar consigo mesmo, e de cuidar de si. 

 

E isso não é algo fraco, mas que só os fortes conseguem assumir e realizar.

 

Poucos fazem. Você consegue?

 

Uma conversa-se sobre a vulnerabilidade emocional 

 

Demonstrar fraqueza, se abrir para alguém é algo extremamente difícil, pois há poucas pessoas que se podem confiar.

 

Por isso que muitos jovens querem ser frios. Pois quem é frio não se conecta e nem sofre.

 

Mas te desafio, se conseguir; conversar com alguém. Se não, fale com Deus; Ele é fonte segura.

 

Eis a resposta de por quais motivos detestamos mostrar nossas emoções, sejam elas de ”fraqueza” ou de alegria, há dois grandes empecilhos. 

 

Julgamento alheio

 

Mostrar o que estão sentindo é uma ação benéfica, pois demonstra de uma vez por todas aos outros sua condição em relação àquele fato, seja de ira, ou de desgosto. 

 

Mas há aqueles que rejeitam completamente a ideia de demonstrar algo seja por raiva, ou tristeza, ou alegria até. 

 

Porque demonstrar suas intenções através de suas emoções é perder o controle.

 

Dado que  as emoções quando saem, são quase que incontroláveis, e perder o controle, a postura pré estabelecida é algo imprescindível. 

 

Pois, imagine se conversando com meu chefe e ele me dá um aumento e eu me encho de alegria e pulo e dou-lhe um abraço que seja ou sorrio de orelha a orelha?

 

O que vai pensar? Que sou um bobo alegre é lógico.

 

Mas saiba que isso não passa de mera superstição pessoal. Coloque-se no lugar dele e imagine a cena que você faria em sua frente. Como reagiria? Ele é uma pessoa igual a você.

 

Outra perspectiva disso é o medo…

 

Chorar é difícil, pois se imaginar chorar na frente dos outros é uma aflição  que só Deus.

 

Imagina só, dizem eles, “olharam para mim e me verão chorando”;  imagina o que falariam de mim: franco, errado, imperfeito. 

 

Porém, será que toda expressão de sentimentos é algo ruim evocado no outro?Óbvio que não! 

 

Imagine se no lugar de chefe que aumentou o salário de seu funcionário e ele não deu um sorriso sequer, como se sentiria? 

 

Eu sei que não seria tão legal. 

 

O sorriso no rosto do funcionário me mandaria uma mensagem mais positiva do que sua postura firme.

 

Chorar em meio ao público não é uma necessidade, mas se der vontade? 

Só fortes conseguem chorar

 

Pela opinião de fraco e fora do controle. Seja sincero, não é fácil chorar em público! 

 

E se não é uma coisa fácil, porque quem consegue é fraco? 

 

Porque o mais fácil de fazer é o que os fracos fazem, que é se trancar para fingirem serem perfeitos. 

 

Coisa de fraco é fingir que está tudo bem. Isso todo mundo faz. Principalmente para agradar.

 

 Forte é quem se permite sentir de uma vez por todas, a fim de esvaziar o coração para resolver o problema e seguir em frente.

 

Forte é quem consegue se expor ao ponto de ser julgado para o bem estar próprio e de sua família. 

 

Só consegue chorar quem realmente é forte o suficiente para aguentar todas as possíveis taxações.

 

E entender que seu emocional é mais importante do que opiniões de uma qualquer. 

 

Isso é ser forte, isso é ter inteligência emocional no controle. E quem tem isso está na frente de outro.

 

Mas o segundo empecilho que não nos deixa chorar, é nós mesmos, sozinhos.

 

Engole o choro: mesmo sozinho

 

Sozinhos, no banho, chuveiro ligado na temperatura mais alta…

 

Mesmo assim não conseguimos, pois é de se confessar que quando as emoções saem os pensamentos são incontroláveis.

 

Porém é preciso se controlar para não se julgar, é preciso ser sábio para se acolher e cuidar de si mesmo. 

 

Pois se punir é o segredo para fracassar, sabia disso?

 

Criar o hábito de conversar sobre o que te aflige é algo de suma importância, pois nos permite saber pelo o que estamos passando. 

 

E entender os motivos de nossa vida estar parada ou sem sentido.

 

Um exemplo disso é quando uma voz na cabeça diz que o emprego está pesado e outra diz “nada, tem que trabalhar mais”. 

 

O que se fazer? Há um conflito, a pessoa que tem inteligência, conversa consigo e arranja um descanso para si.

 

Assumir suas emoções sozinhas é um grande passo para a liberdade, pois permitirá você realmente conhecer o que certa situação ou pessoa te causa. 

 

O fato de perder o controle quando chora demonstra pouca relevância…

 

Quando você entende que está no controle e tem vantagem se permitindo aliviar o coração de grandes angústias e do pensamento perturbador. 

 

E também por saber uma solução para o que te aflige.

 

E agora depois dessa reflexão, pense que chorar é coisa de gente forte que tem tudo sobre o controle. 

 

Ao contrário da maioria. 

 

Ser forte e controlador é se permitir chorar e ser feliz. 

 

E há muita coisa que você pode aprender ainda sobre vulnerabilidade emocional e do medo de demonstrar fraqueza.

 

Por isso separei 3 livros que me ajudaram muito na minha caminhada a inteligência emocional.

 

 

 

 

Boa leitura e 1 abraço!

 

Gabriel Ribeiro

Deixe uma pergunta sincera...